De acordo com o governo federal, serão exigidos menos documentos para os turistas que desejarem solicitar ou renovar suas cadernetas.

A meta é que até o final de dezembro deste ano algumas sedes já não estejam mais requerendo a quitação militar, o título de eleitor e o comprovante de pagamento da taxa de solicitação. Segundo a subchefe de monitoramento da Casa Civil, Natália Marcassa, todos esses dados poderão ser consultados dentro do próprio sistema da instituição.

A previsão é de que o processo de adesão dos postos seja gradual. Até o final do ano que vem, eles querem que todo o Brasil já esteja adotando essa nova regra. O bom é que com a falta de necessidade desses documentos, apenas a Identidade e o CPF serão exigidos.

O restante do processo, tal como o agendamento online e a retirada das digitais e da foto nos postos, continuam iguais.

Brasil Eficiente

Essa nova regra faz parte de um programa chamado Brasil Eficiente, criado pelo Palácio do Planalto em março deste ano. O objetivo desse programa é justamente desburocratizar alguns sistemas da máquina pública, simplificando a estrutura tributária brasileira.

Ao todo, junto com essa proposta acima, cerca de 222 metas foram estabelecidas, segundo a Folha de S.Paulo. Desse total, 22% já foram finalizados, 30% caminham para isso, 14% se encontram em estudo e 13% teve seu start há pouco tempo.

Solicitação de Passaporte

Confira um passo a passo completo de como tirar um passaporte comum por aqui.