A partir de amanhã, o peso das bagagens em viagens internacionais será menor

A partir de amanhã, 18 de maio de 2017, as novas regras de bagagem impostas pela ANAC – Agências Nacional de Aviação, referentes às bagagens em viagens, tanto internacionais quanto nacionais, estará vigente. Por isso, prepare-se. Os pesos autorizados diminuíram e a partir de agora você pode ter que pagar por sua bagagem.

Para voos internacionais, até hoje é permitido o embarque do passageiro com despache de duas malas de até 32 quilos e a bagagem de mão podia variar entre 8 e 10 quilos. Agora, as bagagens de viagens internacionais podem pesar até 23 quilos e a quantidade permitida – uma ou duas malas, muda de acordo com cada companhia aérea.

Na Latam, por exemplo, para os bilhetes emitidos a partir de 18/05/2017, os passageiros com destinos a América do Sul e Caribe tem direito a apenas uma bagagem de até 23 quilos, já para os outros destinos, os passageiros tem direito a duas malas de 23 quilos. As permissões variam de acordo com o assento (econômico ou premium). Já na Azul, os passageiros poderão despachar duas malas de até 23 quilos cada; na Gol, as malas despachadas terão um valor adicional de U$ 10,00 e U$20,00 dólares respectivamente e quanto mais malas, mais as taxas serão elevadas.

As novas regras também implicam em diminuição nos preços das viagens. Até hoje, no valor pago pelos passageiros já estava incluso o custo das bagagens, a partir de amanhã, os preços podem variar de acordo com o “acordo” de bagagem definido no momento da compra da passagem aérea.

Cada companhia aérea tem suas próprias particularidades, por isso, é importante checar antes com cada uma delas como elas estão lidando com a nova a lei, evitando, assim, maiores complicações.