Saiba quais documentos levar em uma viagem ao exterior

Além de escolher o destino, fazer malas, planejar passeios e roteiros, uma parte muito importante e fundamental para que a viagem aconteça são os documentos. Então, antes mesmo de planejar como serão os dias de férias, é necessário verificar se as documentações necessárias estão aptas para serem usadas.

 

Para isso, a BeeCâmbio, primeira correspondente cambial brasileira totalmente online, separou as dicas abaixo para facilitar a programação de sua viagem internacional.

 

Ao fazer uma viagem ao exterior é necessário que os documentos apresentados sejam originais e que estejam todos dentro da data de validade. As cópias autenticadas não são aceitas.

 

Maiores de 18 anos

Pessoas maiores de 18 anos, adultos, podem realizar uma viagem internacional sozinhos sem necessidade de autorização. Basta apresentar apenas um dos documentos abaixo:

• Passaporte válido;

• Laissez-passer;

• Autorização de retorno ao Brasil;

• Salvo-conduto;

• Cédula de identidade civil ou documento estrangeiro equivalente, nos casos previstos em tratados, acordos e outros atos internacionais; Vide MERCOSUL

• Certificado de membro de tripulação de transporte aéreo e carteira de marítimo;

• Carteira de matrícula consular

 

No caso de realizar uma viagem para países membros do MERCOSUL, ou que tenham acordo de viagem com o Brasil, é necessário apenas apresentação de um dos documentos abaixo, estando em bom estado de conservação. Os países são: Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Chile e Venezuela, Colômbia, Equador e Peru.

 

• Carteira de identidade – RG com menos de 10 anos de emissão.

• Registro de identidade civil – RIC

• Cédula de identidade de Estrangeiro expedida pela polícia federal – RNE

 

Menores de 18 anos

Para os menores de 18 anos é preciso mais do que os documentos acima citados para viajaram ao exterior. As crianças e adolescentes devem apresentar documentação que comprove a filiação ou o parentesco com o responsável. Nesse caso, são válidas duas opções:

 

• Certidão de nascimento – original ou cópia autenticada

• Carteira de Identidade – RG em bom estado

 

Se a criança ou adolescente forem viajar desacompanhados dos pais ou responsáveis, é necessária uma autorização judicial para que elas possam deixar o território nacional. Caso elas estejam acompanhadas apenas de um dos pais é necessária autorização do outro, sendo esta reconhecida em cartório.

 

Outras informações e modelo de autorização para menores estão disponíveis no site da Polícia Federal.

 

Visto

O Visto é um documento fundamental na hora de visitar países que fazem a exigência dele. A partir do documento é possível saber qual a finalidade das viagens e por isso existem vários tipos de Vistos. Visto de Estudantes, Visto diplomático, Visto de Negócios e Visto de Turistas são alguns exemplos. Cada país tem exigência própria de documentos necessários para tirar o Visto, por isso é preciso se informar por meio do site da embaixada ou consulado de país de destino. Antes de planejar a viagem é preciso levar em consideração o tempo de processo da realização do Visto, em alguns casos, como o Visto dos EUA, a fila é bem grande em determinadas épocas.

 

Vacinação

Outro ponto importante que deve ser verificado ao deixar o país é o Certificado Internacional e Vacinação e Profilaxia, ou CIVP. Em alguns países só é possível entrar em seu território mostrando o documento que comprova que você está vacinado contra uma doença, a mais comum é a febre amarela. Para tirar o CIVP basta tomar a vacina em qualquer posto de saúde e depois levar o Cartão Nacional de Vacinação junto de um documento original com foto até um dos Centros de Orientação ao Viajante da Anvisa. É importante lembrar que as vacinações levam um tempo até atingirem a proteção esperada e só é permitido adentrar ao território após esse tempo. A febre amarela tem o prazo de 10 dias e é válida por 10 anos. Não deixe de conferir as exigências que seu país requere.