Vai estudar no exterior? Evite alguns problemas que podem surgir durante sua viagem.

Estudar no exterior é uma experiência que quase todos os jovens já desejaram pelo menos uma vez na vida. Se imaginar tendo contato com uma nova cultura e com uma nova língua é algo que despertam neles uma sensação de curiosidade e excitação. E não é pra menos: fazer um intercâmbio é literalmente dar de cara com o desconhecido.

Além do crescimento profissional, há também o amadurecimento pessoal que cada intercambista adquire. Aprender a lidar com o diferente com certeza é uma experiência que pode gerar mudanças de pensamentos e até de atitudes.

O incrível é que esse aprendizado pode ter seu início muito antes da viagem. Conhecer algumas tradições, leis e manias do país de seu destino é algo que você pode fazer desde já!

Pensando nisso, separamos abaixo regras de alguns países, que se não respeitadas, podem provocar sérios problemas para você durante a viagem.

Álcool e Fumo

Abaixo, descubra como funciona o consumo de álcool e cigarro nos 4 países mais procurados pelos jovens para se fazer um intercâmbio.

Estados Unidos: o consumo de bebidas alcoólicas só é permitido para intercambistas com mais de 21 anos, enquanto o consumo de cigarros, para os com mais de 18. O consumo de maconha só é legalizado também caso você o utilize para fins medicinais ou terapêuticos.

Canadá: os turistas canadenses precisam ter mais de 21 anos para poderem consumir bebidas alcoólicas. Quanto aos cigarros, seu uso é proibido dentro de carros com menores de 16 anos, em terraços de bares e restaurantes, locais próximos a creches, parques ou qualquer outro ambiente em que crianças possam estar presentes e por fim, em áreas comuns de edifícios residenciais.

Inglaterra: o consumo de álcool e cigarros nos estados britânicos só é permitido a partir dos 18 anos. Apesar de ser comum ver nas ruas menores de idade consumindo tais produtos, sua compra deve ser feita obrigatoriamente por alguém de maior.

Austrália: cada estado do país tem uma lei específica para consumo de bebidas e cigarros.
No geral, beber não é permitido para menores de 18 anos. O país é super rígido quanto aos locais livres para se consumir o produto – são poucos os que permitem. Já quanto ao fumo, ele é permitido apenas para os maiores de 18 anos também, e seu consumo não deve ser feito em locais públicos, como por exemplo restaurantes. Nos estados de New South Wales e em Queensland é proibido fumar até nas praias!

Linguagem de Sinais

Há alguns anos, o site Intercâmbio de A a Z fez uma matéria revelando os 7 erros mais recorrentes em linguagens de sinais que as pessoas cometem quando estão no exterior. Fique atento quanto à alguns deles:

Balanço de cabeça: no Brasil, o balanço de cabeça no sentido vertical (de cima pra baixo) pode significar que você esteja concordando com algo, porém na Índia, o sentido é contrário: o de desaprovação.

Sola do sapato: em alguns países orientais evite deixar suas solas de sapato à mostra. Ela é enxergada como algo sujo, negativo.

Atenção canhotos: em países árabes a mão esquerda é considerada suja. Então, quando for cumprimentar alguém por lá, faça isso com a direita, sempre!

Beijo no rosto: tão comum aqui no Brasil, o beijo no rosto como forma de cumprimento é algo que países como Alemanha e Rússia desaprovam. Nesses lugares, dizer “oi” é só com um aperto de mão!

É proibido sorrir: gargalhar para alguém aqui no Brasil significa simpatia e alegria, ao contrário de alguns outros países. Rir muito alto no Japão, por exemplo, pode significar que você esteja muito nervoso, e na Rússia, que esteja “fazendo algo de errado”.

Português de Portugal?

Portugal é um país que tem uma língua muito parecida com a nossa, certo? Bom, apenas em partes. Existem uma série de palavras que aqui no Brasil tem um significado, e em terras portuguesas, um outro totalmente diferente. Por exemplo, “propina” por aqui tem uma conotação muito negativa, pois significa um dinheiro que é recebido de forma ilegal. Em Portugal, a mesma palavra significa apenas imposto!

Caso queira saber mais, confira por aqui uma lista repleta de casos como esse aí de cima.

Eaí, depois dessas informações você se sente mais preparado para encarar uma nova realidade? Nunca se esqueça: respeito é algo primordial quando se trata de outras culturas.