Aproveite suas viagens para conhecer um pouco da gastronomia local e torne tudo ainda mais delicioso

Um dos pontos mais positivos de viajar para outro país é a oportunidade de relacionar-se com coisas novas. Aproveitar não somente os pontos turísticos do destino, mas também a cultura local, conhecer pessoas, aprender uma nova língua e sobre os comportamentos da população, visitar lugares diferentes – muitas vezes, bem diferentes mesmo!

 

Além disso, outro fator bastante influenciador para uma viagem de sucesso é a gastronomia local. Viajar e apreciar os pratos típicos dos países é realmente prazeroso, uma vez que a cultura gastronômica irá mudar conforme a história, religião e costumes do destino.

 

A culinária chama a atenção dos viajantes do mundo inteiro. Muitos buscam pratos exóticos, outros preferem os mais temperados ou básicos com ingredientes da região. Ou seja, o importante mesmo é degustar comidas diferentes do cotidiano.

 

Confira abaixo 5 países do mundo que oferecem refeições incrivelmente deliciosas e diferentes do que estamos acostumados, capazes de agradar nosso paladar de forma bastante positiva:

 

Goulash – Hungria

gastronomia

Goulash é um dos pratos mais antigos da Hungria, que tem como significado “carne de vaqueiro”.

 

Muito conhecido na cozinha tradicional do país desde o século IX, o prato é um ensopado rico em aromas e sabores. Naquela época os vaqueiros se alimentavam com poucos recursos e o Goulash era preparado em um caldeirão, com carne de vaca, gordura (banha de porco ou toucinho) e diferentes temperos.

 

O grande segredo está na quantidade de cebola adicionada e o cozimento lento.

Após o século XVI foi adicionado páprica – condimento que, atualmente, não pode faltar na receita do Goulash. Algumas pessoas utilizam vinho, porém não é um ingrediente essencial no preparo da refeição.

 

A sopa é ideal para os dias mais frios e carrega a história de um povo junto de si. Vale a pena experimentar!

 

Pavlova – Oceania

alta gastronomia

O doce Pavlola foi criado em homenagem à bailarina russa Anna Pavlola, durante uma viagem à Austrália e Nova Zelândia. No entanto, até hoje não se sabe ao certo qual dos dois países foi responsável pela produção dessa sobremesa.

 

O importante é que ele é muito saboroso – crocante por fora e macia por dentro – e de grande importância na gastronomia dos dois destinos, sendo bastante usada em festas tradicionais da Oceania e no Natal. O doce é composto por merengue, frutas e chantilly.

 

Zucchini Flowers – Toscana

comidas típicas

Essa receita é diferente de tudo que você já viu! O prato é composto por flores de abobrinha recheadas de ricota e ervas ou mussarela de búfala e anchovas, que são mergulhadas no azeite e fritas posteriormente. É realmente uma delícia.

 

Em alguns restaurantes mais sofisticados ela pode ser encontrada com papa al pomodoro – sopa consistente de tomate e pão – ou até mesmo com salsiccia e stracchino – linguiça e queijo.

 

Masala Dosa – Índia

pratos locais

O Masala Dosa é um prato típico da Índia e lembra muito a panqueca do Brasil. No entanto, o sabor não é nada parecido. A massa é composta por arroz, lentilha e, muitas vezes, purê de batatas, cebolas fritas e chutney (um dos muitos molhos indianos mais famosos utilizados como condimentos. Existe chutney de coco, tomate, hortelã, entre outros).

 

Bastante degustada em happy hours, a comida também pode ser apimentada e tem como melhor acompanhamento um delicioso tchai.

 

Som Tam – Tailândia

gastronomia internacional

Prato tipicamente tailandês, o Som Tam tem como base o mamão papaia verde desfiado e é combinado com diferentes ingredientes como, por exemplo, molho de peixe, camarão seco, suco de tamarindo, frutos do mar, cenouras, tomates e amendoim.

 

A comida é bastante refrescante e pode parecer um pouco estranha na primeira impressão, porém o uso da papaia é muito comum na gastronomia asiática.

 

Hummm, deu água na boca, né? Aproveite nossas dicas, insira os países citados acima nos seus próximos destinos e bom apetite!