Entra em vigor lei na Islândia que torna ilegal pagar salários maiores para homens do que para mulheres na Islândia. A medida será aplicada para órgãos governamentais e empresas privadas com mais de 25 funcionários.

Se a Islândia é o primeiro da lista de países com maior igualdade de gênero no mundo, não é por menos. Um país líder no empoderamento político feminino e luta constantemente pela igualdade salarial, a Islândia se tornou o primeiro país do mundo a criar uma lei que torna a igualdade salarial obrigatória.

Igualdade Salarial

Dia 01 de janeiro, segunda-feira, entrou em vigor uma lei que torna ilegal pagar salários maiores para os homens do que para as mulheres no país. A lei será aplicada para órgãos governamentais e empresas privadas com mais de 25 funcionários.

Agora, é obrigatório que todas as empresas e órgãos paguem homens e mulheres de forma igualitária. Será necessário que todos tenham uma certificação especial do governo, garantindo que existem políticas de igualdade social, e caso não tenham este certificado, terão que pagar multas.

Anunciada em março de 2017, a medida recebeu o apoio de todos os partidos políticos. No país, quase metade dos membros do Congresso são mulheres.

E agora, será que outros países aderem a medida?