Desde o dia 21 de agosto, o Big Ben tem sido mantido em silêncio. Segundo o Parlamento britânico, responsável pelo comunicado geral, o relógio mais famoso do mundo permanecerá assim até meados de 2021.

Ainda não há uma data exata, porém a paralisação do Big Ben tende a se estender até o momento em que as obras planejadas para o monumento terminem. Excluindo as rápidas reformas de 1983 e de 2007, o símbolo vitoriano de Londres não é paralisado há 157 anos!

Construída em 1858, a estrutura do relógio vai passar por uma grande manutenção. A ideia é manter a grandiosidade do monumento por centenas de anos. “Este programa essencial de obras protegerá o relógio em longo prazo, além de proteger e preservar seu lar”, disse Steve Jaggs, responsável pelo ponto turístico.

As mudanças

A previsão é de que a esfera do relógio seja restaurada (assim como todo o seu entorno) e de que um elevador seja colocado em suas dependências substituindo os 334 degraus que levam os turistas até a cobertura da torre principal.

O tempo de silêncio de quatro anos não foi bem recebido por todas as pessoas. Entre os insatisfeitos está a primeira ministra Theresa May. Em comunicado, ela afirmou que apesar de toda a segurança envolvida na elaboração da reforma, quatro anos é muito tempo para o relógio ficar parado. Seu objetivo agora é tentar ao máximo reduzir esse período de manutenção.