Dólar é um dos principais fatores enquanto o FGTS é um forte influente

As viagens internacionais já estiveram mais longe dos brasileiros e alguns destinos internacionais estão sendo ainda mais procurados. Prova disso foram os números registrados no Banco Central do Brasil no primeiro bimestre deste ano: os gastos dos brasileiros no exterior aumentaram 75%. Ou seja, as famílias estão voltando a viajar e o setor de turismo começa a sentir essa mudança, o dólar mais baixo e até mesmo o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço são fatores influentes para essa movimentação.

Quando a crise econômica chegou no Brasil e o dólar bateu R$4,00 às viagens internacionais foram o primeiro corte de muita gente. Viajar não era mais prioridade e se antes as pessoas que eram acostumadas a viajar duas vezes por ano, passaram a viajar uma e aqueles que viajavam uma, ou não viajaram ou reduziram drasticamente os dias.

Com a cotação atual no patamar dos R$3,20 e a melhora no cenário econômico interno – e as expectativas do cenário externo, os brasileiros estão muito mais confiantes em realizar suas viagens. Não é só o preço dos produtos que ficam mais baratos, mas também as estadias e despesas que são pagas com a moeda estrangeira.

Um grande incentivo e potencial influente para todo esse crescimento é o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Uma vez que o presidente Temer possibilitou que a população tivesse acesso a esse dinheiro, muitas pessoas estão recorrendo a ele, seja para pagar dívidas,ou, porque não, viajar.

Se você está empolgando com essas novas possibilidades, confira abaixo dois destinos próximos que valem a pena serem visitados:

Cartagena, Colômbia

Se você busca por belas praias e o mar da caribe, Cartagena é o local ideal e para chegar lá não é preciso ir tão longe. Ideal para casais, família ou grupo de amigos, a cidade une a cultura com mar azul e noites badaladas. Aqui o sol e calor não são problemas, já que o clima quente predomina a maior parte dos dias do ano, contudo, durante os meses de férias como dezembro, janeiro e julho, além das chances de chuvas serem menores, os preços podem ficar mais caros.

Um pacote de 4 diárias, sendo duas delas em Cartagena e duas em San Andrés, em apartamento duplo está R$2543,00 + taxas (de embarque e emissão) por pessoa. Já um pacote de 8 diárias, sendo 4 delas em Cartagena e 4 em San Andrés, em apartamento duplo sai por R$3230,00 já com taxas por pessoa.

Machu Picchu – Cusco, Peru

Se você deseja conhecer a “cidade perdida dos Incas” é preciso se hospedar em algum lugar, e Cusco é a cidade escolhida por muitos turistas para isso, devido a sua quantidade de hotéis e preparo para receber visitantes do mundo todo. Contudo, ir para Machu Picchu exige certo preparo e planejamento antecipado. Você pode chegar lá de trem ou fazer uma trilha que leva por volta de quatro dias, se for a clássica, ou 5, se for a trilha alternativa. Os pacotes aqui variam muito e podem custar entre R$ 2681,00 até mais de 10 mil reais. O site Machu Picchu Brasil pode ajudar muito na hora de escolher um pacote e ter mais informações sobre o destino.