Principal e mais influente moeda do mundo, o Dólar é a unidade monetária oficial dos Estados Unidos.

O dólar americano

O dólar americano surgiu com o objetivo de financiar a Guerra da Independência dos Estados Unidos no século XVII, para encontrar uma maneira de proclamar a independência. Com a aprovação da Lei Mint, que regulamenta a sua cunhagem, como é chamado o processo para gravação das moedas, os Estados Unidos ainda não tinham controle das terras e do governo para colocar a moeda em circulação. Neste período, a principal moeda era a Libra Esterlina, principal moeda da Inglaterra.

Como nação colonialista, a Inglaterra tinha interesse em conquistar grandes áreas de influência no mundo para que os seus produtos pudessem ter mais compradores e domínio sobre as regiões que forneciam matérias-primas para sustentar suas indústrias. Por meio do Congresso Continental, com o objetivo de unificar as formas de pagamentos, as Treze Colônias Independentes Norte Americanas aprovaram o dólar como a moeda nacional dos Estados Unidos, se tornando uma nação independente.

Atualmente

É improvável que uma outra moeda consiga assumir o papel que o dólar tem na economia mundial. Principal moeda no mercado de câmbio, o dólar é a base para transações e utilizada em grandes movimentações da economia global, sendo utilizada em 87% de todas as transações deste mercado, e a moeda que tem a maior aceitação no mundo inteiro. Vendo que, 62% das reservas internacionais nos bancos centrais são em dólar, segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional).

Mesmo com a alta desvalorização e turbulências políticas, o dólar continua sendo a moeda mais importante do planeta utilizada em diversos países ao redor do mundo.